quinta-feira, novembro 13, 2003

Internacionalização da Banca

O incontornável caminho da internacionalização: Operações mais significativas: Espanha, Polónia, Grécia e Brasil - "Nos últimos 20 anos, a banca portuguesa enfrentou o desafio da nacionalização. Depois, foi o não menos desafiante processo de privatização, que visou dotar o sector de condições competitivas no mundo moderno. Concluídas as privatizações, os bancos portugueses encontram-se perante o terceiro desafio: a estratégia de internacionalização. (...) O desafio coloca-se, essencialmente, aos quatro maiores grupos financeiros (CGD, BCP, BES e BPI) que operam num mercado com elevado grau de bancarização (86%) e cuja concorrência está na base da redução da margem financeira bruta. Excluindo pequenas operações pouco significativas, a internacionalização destes bancos é já relevante em quatro países: Espanha, Polónia, Grécia e Brasil. Consciente desta estratégia, o grupo Millennium BCP está já presente na Europa, América, Ásia e África, mas é na Europa que os principais investimentos se têm vindo a concretizar. O destaque vai para os mercados polaco e grego, onde está presente com o BankMillennium e NovaBank, respectivamente." in Semanário Económico

Sem comentários: